Planeta Mobile

Breaking

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Apple e Samsung já sentem a estagnação do mercado de smartphones

janeiro 09, 2019 0
Apple e Samsung já sentem a estagnação do mercado de smartphones
Existe algo em comum entre a Samsung e Apple em 2018… Como deve saber, o Galaxy S9 foi um autêntico ‘fail’ de vendas, e agora, também já sabemos que os novos iPhone XR/XS e XS Max também não se portaram muito melhor.


E talvez exista uma razão muito simples para estas dificuldades

Em boa verdade, quem quer um bom smartphone, é bem provável que já tenha um em sua posse! Até porque nos últimos anos, não tem existido grande evolução no desempenho, design ou mesmo qualquer inovação de relevo a nível de funcionalidades ‘extra’.

Em suma, os smartphones, especialmente o iPhone, têm estado numa trajetória de crescimento há tanto tempo, que já muitos esperavam que não tivesse fim. Mas já dizia o outro… Tudo tem um fim!

Todos os mercados que explodem… Eventualmente chegam a um ponto de saturação!

Como o mercado de computadores Desktop, em que certa altura, quase todas as casas tinham um computador suficientemente bom, e por isso não precisavam de comprar um novo.

Este patamar foi alcançado nos smartphones, devido a três grandes fatores: (bastantes visíveis na Apple e Samsung)

- A diminuição no beneficio na troca de telemóvel
- O aumento no preço dos smartphones

- E o facto de cada vez mais os utilizadores ficam com o mesmo telemóvel durante mais de 1/2 anos

Além disto, a inovação também atingiu um ponto de quebra… Ou seja, como já deve ter percebido, os smartphones mais recentes não têm nenhuma funcionalidade que venda novas unidades por si só.

Por exemplo, o que irá fazer de diferente, se mudar de um Galaxy S8 para um Galaxy S9? Ou de um iPhone X para um iPhone XS Max? Vai ganhar alguma funcionalidade extra?


sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Smartphones mais potentes de 2018 são de fabricantes chineses!

janeiro 04, 2019 0
Smartphones mais potentes de 2018 são de fabricantes chineses!
O AnTuTu acabou de revelar a lista de smartphones mais potentes do final de 2018, ou seja, os smartphones mais potentes do ano.


Temos a ZTE no topo da lista com o novo ZTE Nubia Red Magic Mars e logo de seguida uma carrada de smartphones da Huawei e Honor (sub-marca da Huawei).

Smartphones das empresas chinesas que já há muito que dominam o AnTuTu
A lista termina com um smartphone da OnePlus e com equipamentos da Xiaomi e ZTE. Ou seja, os smartphones mais potentes de 2018 são de fabricantes chinesas.

Lista de smartphones mais potentes do AnTuTu

- ZTE Nubia Red Magic Mars
- Huawei Mate 20
- Honor View20
- Mate 20X
- Mate20Pro
- Honor Magic 2
- Xiaomi BlackShark Helo
- OnePlus 6T
- Xiaomi BlackShark
- Nubia X


Xiaomi pode estar a preparar um smartphone com 3 ecrãs dobráveis

janeiro 04, 2019 0
Xiaomi pode estar a preparar um smartphone com 3 ecrãs dobráveis
Das muitas novidades que se esperam que cheguem ao mundo dos smartphones em 2019, os ecrãs dobráveis é, provavelmente, a que mais interesse tem estado a causar.


Especula-se qual será primeira marca a colocar no mercado uma solução destas e uma nova possibilidade surgiu agora. A Xiaomi tem também em mãos a preparação de um ecrã dobrável.

Não passa ainda só de um rumor, baseado num vídeo, mas a informação de que a Xiaomi estará a preparar um novo smartphone com ecrã dobrável está a ganhar forma e cada vez mais relevância.

É quase certo que a marca chinesa estará já a avaliar a sua solução, mas ainda não tinha surgido provas concretas. Agora, e com base no vídeo que Evan Blass publicou no Twitter, tudo pode ter sido revelado.


O próprio Evan Blass alerta todos para a veracidade deste vídeo, não garantindo a sua autenticidade. No entanto, aponta para a forte possibilidade desta ser um smartphone real, dadas as provas que surgem.

O que distingue esta proposta da Xiaomi de tudo o que ja foi visto até agora é mesmo o número de ecrãs que a compõem. De acordo com o que é visto, este smartphone contará com 3 ecrãs, que desdobrados compõem um ecrã de maiores dimensões.

O que leva a acreditar que este seja um produto Xiaomi são alguns pormenores. O ícone da Mi App Store está presente num dos ecrãs, o que leva a crer na utilização da MIUI. Também a própria imagem de fundo deste equipamento parece ser originária desta mesma ROM.


É ainda muito cedo para saber se esta proposta chegará ao mercado e nem se este será o caminho seguido pela Xiaomi. O que é certo é que a marca chinesa irá também investir nesta nova tecnologia e em breve as suas soluções vão ser conhecidas.

sábado, 22 de dezembro de 2018

Smartphones com ecrã infinito e prestes a dobrar

dezembro 22, 2018 0
Smartphones com ecrã infinito e prestes a dobrar
Os smartphones ganharam novo alento em 2018. Acima de tudo foi o ano dos ecrãs infinitos graças ao notch. Mas vêm aí os “furados”, os duplos e os dobráveis. E também já se fala de hologramas.


Depois de algum tempo sem nada verdadeiramente marcante, 2018 trouxe algumas novidades aos smartphones em termos de design. Podemos dizer que foi o desenrolar de uma tendência de crescimento que se manifestou nas designações “XL” e “Plus” ou “+”, referindo-se ao tamanho do dispositivo em si, e que passou a concentrar-se no ecrã.

Podemos dizer que primeiro foi um "limar as arestas" - ou mais precisamente os cantos -, para dar a sensação de prolongamento. O infinito de facto chegou com o notch. O conceito “sem moldura”, que procura minimizar a presença da câmara fotográfica no ecrã, para se obter mais área útil de imagem, começado a ver no Essential PH-1, do criador do Android Andy Rubin, ganhou impulso com o lançamento do iPhone X, ainda em 2017.

A partir daí, várias fabricantes se juntaram a Apple naquilo que acabou por se transformar numa tendência deste ano. Huawei, LG, Asus, Motorola e até Nokia foram algumas delas que apostaram no conceito e hoje exibem os seus modelos.

Entretanto, começaram a ser apontadas outras alternativas que prometem continuar a prolongar os ecrãs, ou a torná-los diferentes. Histórias sobre desviar o notch para a direita  - ou acrescentar um segundo notch - à parte, a próxima tendência parecem ser os furos.

A ideia é proposta por fabricantes como a Samsung e a Huawei. A sul-coreana prometeu e já cumpriu, anunciando há poucos dias o Galaxy A8s com o seu ecrã Infinity-O, em alusão ao orifício para esta solução sem notch.

Ainda a tempo do natal, a Huawei fez um teasing de um modelo de smartphone que mostra um orifício redondo cortado no ecrã, posicionado no canto superior esquerdo.

Mas além do notch e dos furos, o design dos smartphones poderá mudar ainda mais nos meses que se avizinham. A promessa dos ecrãs dobráveis não é nova, mas aumentou de tom recentemente. São cada vez mais as marcas que anunciam intenções nesse sentido - entre patentes e planos mais concretos  -, inclusive com a Samsung a garantir que já tem um modelo pronto.  Mas também há ideias para telefones com ecrã duplo.

Idioma / Language