Planeta Mobile

Breaking

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Smartphone de ecrã dobrável da Samsung chega em março e com preço elevado

novembro 13, 2018 0
Smartphone de ecrã dobrável da Samsung chega em março e com preço elevado
Foi há alguns dias que a Samsung revelou a sua próxima revolução no campo dos smartphones. O Infinity Flex Display promete trazer para o mercado smartphones com ecrãs dobráveis.


Na apresentação que fez, a Samsung revelou um equipamento que anunciou ser apenas um protótipo, mas que em breve seria revelado. Pois agora já se conhecem os planos da marca Coreana para esta sua tecnologia.

O que foi revelado, mostrou o Infinity Flex Display num equipamento com um ecrã de 4,6 polegadas, e que depois de desdobrava para revelar um tablet com ecrã de 7,4 polegadas. Num ambiente naturalmente escuro, a Samsung não quis revelar muito mais sobre este equipamento.

O novo Samsung de ecrã dobrável chega em março
Agora, segundo informações trazidas a público, sabe-se já muito mais sobre este equipamento. O seu nome deverá ser Galaxy F e deverá chegar ao mercado em março do próximo ano.

Também ainda não se sabe um preço final, mas a mesma informação aponta para que este seja elevado. Os dados apresentados revelam que deverá ficar pelos 1700 dólares, acima do que o mercado tem atualmente nos equipamentos mais caros.


Uma meta ambiciosa para a Samsung
Há também informações, vinda de outra fonte, que revelam que a Samsung tem planos muito ambiciosos para este novo tipo de equipamentos. Estes planos resultam da maturidade que esta nova solução para os ecrãs já terá.

DJ Koh, o chefe máximo da divisão de smartphones a Samsung terá revelado, na conferência anual de programadores da Samsung, que a empresa pretende colocar no mercado 1 milhão de dispositivos na primeira metade de 2019.

Espera-se que o Galaxy F surja novamente em fevereiro, com uma apresentação que poderá acompanhar a do Galaxy S10 ou até no MWC, em Barcelona. Quanto ao resto, a Samsung deverá também lançar equipamentos de gama mais baixa, mas já com o Infinity Flex Display em destaque.

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

O Huawei P30 Pro Pode Ser O Primeiro P Mais Potente Que O Mate Anterior

novembro 12, 2018 0
O Huawei P30 Pro Pode Ser O Primeiro P Mais Potente Que O Mate Anterior
Durante a história da gama P da Huawei, o processador incluído nesses dispositivos foi sempre o mesmo que do modelo Mate apresentado meses atrás. Exemplo claro disso é o Huawei Mate 10 e seu processador Kirin 970, que foi posteriormente incluído no Huawei P20 e P20 Pro.


Com a Apple a marcar o ritmo com o seu A12 Bionic e a Qualcomm prestes a tirar o Snapdragon 855 do forno, a Huawei poderá ter que acelerar a sua produção de processadores, e lançar um Huawei P30 com um processador Kirin 990, superior ao visto no recente Huawei Mate 20 Pro.

A única informação que existe no momento do Kirin 990 é que, como o seu irmão 980, seria construído num processo de 7 nanômetros, e que teria a capacidade de se ligar a redes 4G. Nos últimos anos, a importância que a Huawei deu aos seus processadores fez dela uma das primeiras empresas a incorporar uma unidade de processamento neuronal aos seus dispositivos, a fim de melhorar o desempenho, a autonomia e os resultados fotográficos.


A Huawei alegou que seu Kirin 980 estava acima do chip Apple A12 Bionic, algo que os benchmarks negam, conforme o esperado. A Apple atualmente lidera em processadores móveis, a atingir pontuações inimagináveis ​​com o Apple A12 Bionic do seu iPad Pro 2018, que atinge pontuações semelhantes a um núcleo I7 em Benchmarks.


A Huawei não quer ficar para trás na corrida, e o Kirin 990 seria o seu processador mais ambicioso até hoje. Resta ver se é deixado para o próximo Mate, ou se o Huawei P30 será realmente o dispositivo mais poderoso até hoje, batendo os seus irmãos Mate.


sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Lenovo Z5 – uma alternativa segura à série Redmi Note da Xiaomi

novembro 09, 2018 0
Lenovo Z5 – uma alternativa segura à série Redmi Note da Xiaomi
A linha Redmi Note da Xiaomi é hoje uma referência no que é a gama média de smartphones. O desempenho dos smartphones é muito bom, têm uma qualidade fotográfica cada vez melhor e o design agrada bastante ao público em geral.

Mas na gama média a concorrência é fortíssima e hoje damos-lhe a conhecer o Lenovo Z5 que se apresenta como uma alternativa a considerar.


O que faz do Lenovo Z5 uma alternativa segura?
A Lenovo, no nosso mercado, destaca-se essencialmente pelos seus portáteis e tablets, mas a verdade é que a marca é também muito forte no segmento dos smartphones.


Este Lenovo Z5 – que recentemente ganhou sucessor com estrutura deslizante, o Lenovo Z5 Pro – apresenta-se com um processador da Qualcomm, o Snapdragon 636, o mesmo que equipa o Xiaomi Redmi 6 Pro. A GPU é a Adreno 509 e vem com 6 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno, existindo ainda uma versão de 128 GB.

O seu ecrã é de 6,2 polegadas com notch, algo que também o aproxima do Redmi da Xiaomi. Em termos de resolução, o Lenovo Z5 é FullHD+ com 1080 x 2246 píxeis e tem uma proporção de ecrã de 18.7:9.


Este smartphone vem com sistema operativo Android, na versão 8.1, com interface de utilizador ZUI 3.9. A sua bateria é de 3300 mAh e tem sistema de carregamento rápido a 15W, o que se apresenta como uma vantagem nesta gama média, que normalmente dispõe de carregamento rápido com potência máxima de 10W.


Na traseira, o Z5 alberga uma câmara dulpa de 16 + 8 MP que grava a 2160p@30fps e na frente a câmara é de 8 MP e grava a 1080p@30fps.


Ao nível de especificações extra, o Lenovo tem Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, Blutooth 5.0, USB Tipo-C, GPS, slot para cartão microSD até 256 GB (abdicando de um cartão nanoSIM).

A construção deste smartphone é em alumínio, com a traseira e a frente revestidas a vidro com proteção Gorilla Glass 3. Tem como dimensões 153 x 75,7 x 7,9 mm e pesa 165g.


quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Samsung apresentou o seu futuro smartphone com ecrã dobrável

novembro 08, 2018 0
Samsung apresentou o seu futuro smartphone com ecrã dobrável
Há já muito tempo que o mercado pedia smartphones com ecrã dobrável. Os rumores que as marcas estavam a apostar nesta tecnologia eram já muitos e esperava-se que, no curto prazo, esta fosse uma realidade no nosso dia a dia.

Agora, a Samsung resolveu avançar e deu o primeiro passo para este futuro. Apresentou ontem, ao final da tarde, o Infinity Flex Display e mostrou o que será o seu smartphone com ecrã dobrável.



Sendo uma das maiores construtoras de ecrãs para smartphones, a Samsung está na linha da frente no que toca às tecnologias aplicadas a esta área. Esperava-se, por isso, que fosse das primeiras a apresentar um smartphone de ecrã dobrável.


Este passo foi agora dado e, na sua conferência anual de programadores, a marca coreana apresentou o Infinity Flex Display, o ecrã que será a base do seu smartphone com ecrã dobrável. Ainda é apenas um protótipo, mas mostra já todas as potencialidades do que será esta nova linha de equipamentos.

Ainda sem uma forma final, e que foi a razão para que a apresentação do Infinity Flex Display fosse feita num ambiente sem luz, foi apresentado o protótipo daquele que será o primeiro smartphone com ecrã dobrável da Samsung.


Quando o ecrã estiver dobrado, este será um normal smartphone, com todas as normais funcionalidades. Ao ser aberto, passará a ser um tablet com dimensões maiores (7,3 polegadas) e com um ecrã totalmente utilizável.

Na sua base está o Android, que a Samsung tem vindo a trabalhar com a Google para o adaptar a esta nova realidade. Isto vai na linha do recente anúncio da Google, onde mostrou como o Android poderá ser usado em dispositivos dobráveis, mantendo uma experiência de utilização sem interrupção.


Também a própria UI da Samsung está a ser melhorada para se adaptar a este ecrã. Segundo a marca, vai ser possível correr 3 aplicações em simultâneo, algo que a marca chama de Multi-Active Window.

Com este protótipo a Samsung abre as portas a estes novos dispositivos e mostra que está na linha da frente, preparada para dar ao mercado o que os consumidores precisam. Espera-se que a primeira proposta da Samsung surja já em 2019.

Idioma / Language